Codificação

Verificação de vulnerabilidades versus teste de penetração – Qual é a diferença?

Índice ocultar 1 Verificação de vulnerabilidades - Explicação 2 Quem pode realizar a verificação de vulnerabilidades? Vamos saber mais 3 Quantas vezes deve...

Escrito por Niel Patel · 5 min read >
automatizar ferramentas de teste de navegador

As violações de segurança são uma das causas mais comuns para as grandes empresas enfrentarem perdas nas suas receitas anuais. Nos últimos anos, o número de ataques cibernéticos aumentou nas organizações. Portanto, todas as empresas devem encontrar soluções para se prevenirem de qualquer perda potencial. E duas dessas soluções são varredura e teste de penetração. Este guia se concentrará nesses dois serviços e tentará cobrir o máximo de informações sobre o avaliação de vulnerabilidade e diferenças nos testes de penetração. Então, vamos começar. 

Os 5 melhores métodos para testar seu site

Verificação de vulnerabilidades – explicação

Os hackers aproveitam as vulnerabilidades da sua rede e dos seus aplicativos. Em seguida, eles usam essas lacunas para criar uma maneira fácil de entrar e sair de todo o sistema. 

Como o nome especifica, a verificação de vulnerabilidades identifica os pontos potenciais em seu sistema para que sua empresa possa resolvê-los antes que um hector ou qualquer outro cibercriminosos pode beneficiar. O processo utiliza diversas ferramentas de digitalização através de um processo automatizado

As vulnerabilidades podem incluir o seguinte: 

  • Erros de codificação.
  • Anomalias de pacotes.
  • Erros de configuração.
  • Rotas acessíveis que os cibercriminosos seguem para comprometer dados confidenciais.

Dados e informações sobre possíveis brechas são incluídos na regularidade do banco de dados para remover essas falhas de segurança de forma mais eficaz.

Teste de segurança de integração de funcionalidade básica para aplicativos da Web

Quem pode realizar a verificação de vulnerabilidades? Vamos saber mais

A verificação de vulnerabilidades é frequentemente realizada pelos departamentos de TI de muitas organizações ou por especialistas externos em segurança cibernética. A equipe de TI pode definir sua própria meta para identificar as vulnerabilidades que podem representar um risco grave para sua organização. Isso não apenas ajuda a equipe a identificar vulnerabilidades conhecidas, mas também as classifica de acordo com a gravidade. Deixar as vulnerabilidades no sistema pode levar a graves perdas financeiras e pessoais, mas graças à verificação de vulnerabilidades. Pode resolver a maioria dos problemas que as organizações enfrentam diariamente. 

As melhores ferramentas e estruturas automatizadas de teste de penetração de 2023

Com que frequência uma organização deve fazer a verificação de vulnerabilidades? 

É essencial realizar verificações de vulnerabilidades regularmente. Pelo menos uma vez por ano, uma verificação completa de vulnerabilidades de rede deve ser realizada. É eficaz e eficiente verificar vulnerabilidades. Embora a verificação de vulnerabilidades tenha muitos benefícios, ela também apresenta algumas desvantagens. Portanto, as equipes de TI também precisam se concentrar na luta pela segurança cibernética, pois os cibercriminosos podem usar as mesmas ferramentas de varredura que você usa para encontrar vulnerabilidades e pontos fracos para explorar a rede comercial. Eles podem usar essas falhas a seu favor. Em vez disso, procuram novas vulnerabilidades. As vulnerabilidades que acabaram de ser identificadas pela primeira vez são chamadas de zero dias. Portanto, se a verificação for realizada com moderação, isso significa que as organizações podem ficar à mercê dos cibercriminosos devido a patches para essas vulnerabilidades. Muitas empresas também incluem testes de penetração em seus planos de segurança cibernética.

Metodologia de teste de aplicativos empresariais

Verificação de vulnerabilidade versus avaliação de vulnerabilidade

Para entender a verificação de vulnerabilidades versus avaliação de vulnerabilidades, você deve saber que esses dois termos são diferentes. Uma verificação de vulnerabilidade é responsável por uma pequena parte da avaliação de vulnerabilidade. Normalmente, para fazer a verificação de vulnerabilidades, os testadores primeiro instalam uma ferramenta personalizada ou dedicada em seu sistema, que pode ter um preço razoável. As avaliações de vulnerabilidade são mais os exames orais de todo o sistema.

Teste de penetração – explicado

Teste de Penetração
Teste de Penetração

Ao contrário da verificação de vulnerabilidades, os testes de penetração concentram-se na localização e no comprometimento de sistemas vulneráveis ​​no ambiente. Sejam especialistas internos ou externos, os testadores de penetração adotam a mentalidade e as estratégias dos hackers. Na verdade, eles precisam fazer isso porque querem minimizar o processo. Eles podem usar vários procedimentos diferentes para realizar testes de penetração, e um dos mais comuns é o método de interrogação. O método de interrogação também é crucial em relação à verificação de vulnerabilidades versus testes de penetração. O teste de penetração vai um pouco além da superfície; possui vulnerabilidades difíceis, em vez de apenas aquelas bem conhecidas, portanto, vai além da verificação de vulnerabilidades.

Guia detalhado de testes de penetração Blockchain

Quem pode realizar o teste de penetração? Vamos saber mais sobre isso 

Assim como os testes de vulnerabilidade, o objetivo do testador de penetração é capturar os cibercriminosos que passaram pela defesa da sua organização. Um ator ameaçador pode ultrapassar suas defesas. Esta informação foi fornecida através do teste. Dá à sua organização uma consciência crucial que lhe permite fortalecer os seus sistemas e garantir que pode aumentar a resiliência da sua postura de segurança.

Qual é o processo envolvido no teste de penetração? 

Os seguintes estágios normalmente constituem um envolvimento de teste de penetração:

  1. Pensar cuidadosamente sobre os objetivos que você espera alcançar é o primeiro passo. Então saiba que o escopo é crucial. Cada vez que você lança uma nova funcionalidade para um aplicativo existente ou lança um novo aplicativo web ou móvel, você deve realizar um teste de penetração do aplicativo.
  2. A próxima etapa é realizar testes de penetração de rede externa para avaliar a eficácia das defesas de perímetro da sua organização. O teste de penetração de serviços da Web torna-se essencial porque os serviços da Web, como APIs, são usados ​​com mais frequência para vincular vários sistemas e facilitar a transferência de dados. Até mesmo o seu roteador Wi-Fi sem fio pode estar em risco potencial. Através de testes de penetração de rede sem fio, você pode garantir que usuários não autorizados não acessem sua rede por meio de roteadores Wi-Fi infectados. 
  3. Também determina se os testadores de penetração devem acessar o sistema como usuários autenticados ou não autorizados. Fornecer aos sistemas acesso por nome longo e senha caso o processo seja autorizado é uma decisão crucial.
  4. Você também deve escolher se deseja conduzir Teste de penetração de caixa preta, em que os testadores precisam saber muito sobre a arquitetura ou o código-fonte do sistema. Essa estratégia imita o método exato que os hackers usam para enganar os usuários. Em contraste, Teste de penetração de caixa branca requer que os testadores tenham conhecimento profundo do sistema. A estratégia beneficia os testadores para encontrar possíveis pontos fracos no código-fonte. Penetração de caixa cinza O teste é outro método onde os testadores acessam os sistemas com algum conhecimento, por exemplo, como um usuário privilegiado.
Teste de automação de blockchain de caixa preta
Teste de automação de blockchain de caixa preta

Como os testadores começam com o teste de penetração?

Os testadores reúnem dados cruciais sobre os sistemas que irão testar nesta etapa para identificar potenciais pontos fracos. Os testadores de penetração buscarão inteligência de código aberto para encontrar vulnerabilidades e possíveis pontos de entrada. Mas eles passam pela determinação processo de modelagem de ameaças para procurar inteligência aberta. Depois de analisar o processo de modelagem de ameaças, os testadores iniciam o exame dos sistemas, conforme especificado no escopo, munidos de um mapa de vulnerabilidades potenciais e pontos de entrada. 

Threat_Modeling_Process
Threat_Modeling_Process

Os testadores podem ir além da superfície para encontrar os riscos potenciais à sua segurança. Além disso, eles farão o possível para evitar qualquer dano, perda de dados ou interrupção dos negócios. Os testadores irão informá-lo completamente sobre os desenvolvimentos em todas as fases do processo de interrogatório. Eles irão informá-lo sobre vulnerabilidades graves descobertas para que ações imediatas possam ser tomadas para reduzir o risco.

Avaliação de vulnerabilidade e diferença de teste de penetração

Aqui estão algumas diferenças de avaliação de vulnerabilidade e testes de penetração para saber mais sobre esses serviços. 

# 1: A cobertura da vulnerabilidade, especificamente a amplitude e a profundidade, constituem a principal distinção entre avaliação de vulnerabilidade e teste de penetração. O objetivo da avaliação de vulnerabilidades pode identificar tantas falhas de segurança quanto possível seguindo a abordagem abrangente. Para manter uma rede segura, os testadores devem usá-la com frequência, especialmente durante mudanças na rede. As mudanças na rede podem incluir instalação de novos equipamentos, adição de novos serviços ou até mesmo abertura de portas. Além disso, funcionará para organizações que desejam saber sobre todas as possíveis falhas de segurança que podem dar aos cibercriminosos uma possível passagem para entrar no seu sistema organizacional. Por outro lado, quando as organizações já possuem sistemas de defesa robustos e querem ter certeza de que seus sistemas permanecerão profissionais para hackers, elas usam testes de penetração. 

Quando um cliente afirma que suas defesas de segurança de rede funcionam bem, mas deseja ter certeza de que permanecerá à prova de hackers, o teste de penetração se torna uma opção preferível à abordagem de profundidade em vez de amplitude.

# 2: O nível de automação é outra distinção relacionada à primeira. O teste de penetração combina técnicas manuais e automatizadas, o que ajuda a aprofundar os pontos fracos. A avaliação de vulnerabilidades é normalmente automatizada, permitindo uma cobertura mais ampla de vulnerabilidades.

# 3: A terceira distinção em ambas as técnicas são os profissionais escolhidos para realizar as duas técnicas de garantia de segurança. Os membros do seu departamento de segurança podem realizar testes automatizados usados ​​na avaliação de vulnerabilidades porque isso não exige um alto nível de conhecimento. No entanto, algumas vulnerabilidades com as quais a equipe de segurança da empresa não consegue lidar são adicionadas aos relatórios. Um fornecedor terceirizado de avaliação de vulnerabilidades pode ajudar à medida que fica mais barato. Além disso, é trabalhoso e requer um nível de especialização muito mais alto. Você pode terceirizar o teste de penetração para um provedor de serviços de teste de penetração.

Avaliação de vulnerabilidade de aplicativo versus benefícios de teste de penetração 

Aqui estão os benefícios que uma empresa pode receber na avaliação de vulnerabilidades de aplicativos versus testes de penetração. Vejamos os benefícios de ambos os serviços.

A verificação de vulnerabilidades é eficiente e eficaz. Mas, ao mesmo tempo, permite apenas que os testadores detectem vulnerabilidades conhecidas. Por outro lado, os testes de penetração são de natureza manual, permitindo que os testadores usem suas habilidades e conhecimentos para descobrir vulnerabilidades ocultas. O teste de penetração automatizado Evolve quebra os limites da avaliação de vulnerabilidade tradicional e do teste de penetração de aplicativos da web e fornece o melhor dos dois mundos.

Ele permite que você vá além da simples verificação de vulnerabilidades, automatizando muitas das atividades tradicionalmente realizadas por testadores de penetração. Com a ajuda de testes de penetração automatizados evoluídos, sua empresa pode maximizar a melhoria da segurança. Você pode reduzir significativamente a probabilidade de que as defesas internas da rede ou os aplicativos da sua rede sejam comprometidos, fornecendo cadências de testes de penetração de rotina e sob demanda.

Torna-se agora mais crucial manter-se à frente de um cenário de ameaças em rápida mudança, num mundo onde os cibercriminosos conhecem novos vetores de ataque rápidos e adotivos.

jogo de cartas

O Unity é apenas para jogos? 

Niel Patel in Codificação
  ·   6 min read

Deixe um comentário

Translate »